25/08/2016

Descendants of the Sun

Título: Descendants of the Sun
Gênero: Romance, Drama, Comédia
Total de episódios: 16
Canal: KBS2
Diretor: Lee Eung Bok
Roteirista: Kim Eun Sook, Kim Won Suk

Oi pessoal e aí tudo bom?
Acabei de fazer uma maratona de Descendants of the Sun, um dos dramas mais esperados de 2016. Na Coréia sua audiência ultrapassou a de My Love From Another Star, outro dorama que foi muito aguardado em 2014. Mas no meu coração os dois dividem o mesmo espaço, não dá para escolher.

Conta a história de um oficial das forças especiais (Yoo Shi-jin) e uma cirurgiã (Kang Mo-yeon) que se reencontram na zona de guerra de Urk e precisam lidar com suas lutas pessoais e profissionais para ficarem juntos. Mostra como é a vida de um soldado que busca manter a paz entre os países e as missões difíceis que deve realizar. Também mostra as dificuldades que um médico sem fronteiras passa para realizar seu trabalho não dispondo de muitos remédios e correndo riscos de vida o tempo todo. São apresentados vários temas, alguns não são aprofundados mas te faz ter uma perspectiva nova sobre muitos assuntos.


Yoo Shi Jin (Song Joong Ki) é capitão do exército coreano que trabalha em uma unidade secreta. No primeiro episódio vemos uma luta dele e percebemos o quanto ele é patriota e destemido, sempre querendo cumprir a sua missão. Mas fora do serviço vemos seu lado romântico e muito engraçado, confesso que já gostei dele desde o início.
Esse foi o primeiro dorama de Song Joong Ki depois de cumprir serviço militar obrigatório, ainda não o conhecia mas adorei sua atuação em Descendants of the Sun.




Kang Mo Yeon (Song Hye Kyo) é médica-cirurgiã de um renomado hospital e quer se tornar professora, mas aos poucos vê esse sonho se tornando algo distante, pois percebe que as pessoas valorizam mais o dinheiro que o conhecimento. Uma personagem independente, com personalidade forte e determinada a salvar seus pacientes. Ela busca proteger a si mesma de um relacionamento que tem grande chance de trazer sofrimento, pois não é fácil se apaixonar por alguém que nunca tem certeza se conseguirá retornar vivo de uma missão.
Song Hye Kyo sempre linda e uma ótima atriz, consegue transmitir bem os sentimentos e indecisões de sua personagem.


Desde o primeiro momento em que se cruzam fica claro o interesse de ambos, mas as diferenças entre eles acaba os mantendo afastados. Yoo Shi Jin precisa proteger a pátria e muitas vezes isso inclui tirar vidas, já Kang Mo Yeon considera a vida o bem mais precioso. Depois de muito tempo afastados o destino acaba os levando até uma zona de guerra em Urk e eles precisam lidar com essas diferenças e quem sabe até superá-las.
A química entre os dois foi perfeita e apesar de em alguns momentos eles criarem problemas com coisas irrelevantes, torci pelo casal em todos os momentos.


Seo Dae Yeong (Jin Goo) é sargento e faz parte da mesma unidade secreta que Yoo Shi Jin e eles são melhores amigos. Um homem sério e que encontrou nas forças armadas um refúgio para seu passado complicado. Ele é apaixonado por Yoon Myung Ju mas prefere se afastar por acreditar que é o melhor para ela. As vezes dá a impressão de que ele é covarde por não lutar por esse relacionamento, mas no decorrer do dorama vemos o quanto essa decisão o machuca e sofremos juntos, é claro.





Yoon Myung Ju (Kim Ji Won) médica no exército e filha do tenente general Yoon, não abaixava a cabeça para ninguém inclusive para seu pai, que tentava de todas as formas controlar seu futuro. Sempre forte e determinada corria atrás de seus sonhos mesmo que parecessem impossíveis. O que achei mais incrível nela foi que por mais que as vezes abusasse de seu poder militar com Seo Dae Yeong, ela continuava sendo romântica e divertida.
Demorei bastante para perceber que Kim Ji Won interpretou a antagonista detestável de The Heirs, mas nesse dorama foi tanto amor por ela que até superei o passado... será? 



O relacionamento deles é bem conturbado e cheio de obstáculos, o pai de Yoon Myung Ju  não acredita que Seo Dae Yeong  seja digno dela por ser de patente inferior, não obstante, Yoon Myung Ju ignora as tentativas de seu pai de a afastar de seu amor e luta por sua felicidade a todo momento. No início foi triste ver o quanto ela se esforçava para estar perto de Seo Dae Yeong enquanto ele a evitava. 
Em alguns momentos eles roubaram a cena, porque além da química entre eles, os conflitos que viviam foram mais reais e complexos do que os do outro casal. Foi ótimo ver que o romance deles não foi deixado de lado ou mal contado por não serem os principais.

Não posso deixar de mencionar esses dois juntos, esse foi de longe o bromance mais engraçado que já vi. Os dois são completamente opostos e ainda assim formam uma amizade linda, estão sempre juntos e dispostos a morrer um pelo outro.
Desde a primeira cena em que eles apareceram juntos eu já que iria amá-los e não foi para menos, foram poucos os momentos em que eles não me fizeram rir.

Os demais personagens se dividem na esquipe médica que acompanha a doutora Kang Mo Yeon e o grupo de soldados de Yoo Shi Jin. Mostra a interação entre os grupos e os dois lados de uma missão de paz.
Na maior parte do tempo amos os grupos estão aprontando algo hilário e estavam muito bem entrosados. Sentirei falta das brincadeiras com o Walk Talk.

Agora que terminei de assistir me arrependi de ter terminado tão rápido, sentirei falta dos momentos de ação e tensão. Embora eu ainda não seja uma dorameira de plantão fiquei muito apaixonada por esse drama e indico para todos que curtem.
E vocês que assistiram, o que acharam dele?
Vou deixar aqui embaixo a OST, que está muito perfeita.

1. Always - Yoonmirae
2. Everytime - Chen (EXO) e Punch
3. This Love - DAVICHI
4. You are My Everything - Gummy
5. Once Again - Mad Clown & Kim Na Young
6. Talk Love - K.Will
7. With You - LYn
8. By My Side - SG Wannabe
9. Wind Beneath Your Wing - M.C The Max
10. How Can I Love You - XIA (JYJ)